Quando a idade vai chegando, nosso corpo começa a apresentar perda óssea e muscular, além de redução na flexibilidade e força. A falta de equilíbrio, que também aparece com a idade, pode aumentar as chances de quedas e, em alguns casos, prejudicar a mobilidade e a saúde dos idosos.

Como envelhecer não é uma opção, é preciso buscar formas de manter o corpo o mais sadio possível e melhorar a qualidade de vida, diminuindo dores e possibilitando manter a autonomia por mais tempo.

Pilates como prevenção

O Pilates começa a mostrar os seus benefícios antes mesmo da idade bater. Ele possui um papel de grande importância para melhorar a força e a resistência muscular, além de prevenir contra as demais consequências que a idade pode trazer.

Afinal, envelhecer com saúde e se manter ativo é fundamental para manter a qualidade de vida.

Benefícios do Pilates para idosos

O Pilates gera uma série de benefícios para a terceira idade. Além de melhorar a consciência corporal, fundamental para evitar quedas e manter o equilíbrio, ele ajuda a aliviar as dores e a retardar os efeitos da idade no corpo.

A capacidade respiratória e de circulação também são impactadas de forma positiva com o Pilates, uma vez que a respiração adequada é um dos pilares do método e todas as partes do corpo são exercitadas durante as aulas.

O Pilates também promove aumento da flexibilidade muscular e melhora a mobilidade das articulações, pontos em que os idosos costumam sofrer bastante, tendo que lidar com dores angustiantes.

Além disso, a conscientização corporal e o relaxamento que a prática do Pilates traz para as pessoas ajuda o idoso a encarar a vida com mais disposição e otimismo. Aspectos que fazem toda a diferença para integrar o corpo e a mente e viver de forma mais plena.

Compartilhar: