Quando o verão vai se aproximando ou decidimos que vamos começar a praticar alguma atividade física, a motivação vem com tudo e não queremos perder nenhuma aula.

No entanto, é muito comum que os alunos de Pilates e de outras atividades comecem a ficar com a famosa preguiça e a perder o interesse com o passar das semanas. E isso pode acabar gerando um problema sério de baixa de renovações e frequências em seu estúdio.

Para contornar esse tipo de situação, você precisa deixar bem claro para os alunos que o Pilates precisa de continuidade. O aluno precisa entender que não verá os resultados no primeiro mês e que, para atingir os seus objetivos, deve cumprir com a frequência mais adequada.

Ao mesmo tempo, não deixe de dar feedbacks para os alunos a respeito das funcionalidades e benefícios de cada exercício, bem como fazer pequenas comparações com o primeiro dia de aula e o momento atual.

Também é importante manter as aulas dinâmicas e diversificadas.

Mude os exercícios e trabalhe diferentes grupos musculares durante as aulas para que o aluno não se sinta entediado.

Outro ponto importante é trabalhar no seu relacionamento com os alunos. Aproxime-se e entenda melhor as necessidades e o estilo de vida de cada um para que vocês criem laços e eles se sintam mais à vontade e motivados a continuar com as aulas!

Compartilhar: