Saber onde será o local do seu estúdio é fundamental, pois a localização poderá orientar algumas das características do empreendimento. Hoje, o pequeno empresário pode optar por três modalidades de estabelecimentos integrados – como os que estão dentro de clínicas, academias, hotéis, condomínios e SPAs – ou pela estrutura independente.

Os estúdios dentro de estabelecimentos têm como vantagem a fácil captação de clientes e alguns benefícios como estacionamento, segurança e infraestrutura. Por outro lado, exige que o estúdio se adapte às normas, aos formatos e aos horários de cada um desses estabelecimentos, o que pode ser pouco vantajoso para o empreendedor.

Quanto aos independentes, estes ganham em autonomia, mas exigem um maior planejamento estratégico para melhor oferecerem o serviço aos clientes.

O local para ministrar as aulas de Pilates é, normalmente, de 40 m² a 120 m², pois a atividade utiliza cinco equipamentos básicos. É claro que você pode investir em outros tamanhos de salas e até personalizá-las, caso queira ampliar a quantidade de aparelhos. Há estúdios que trabalham com mais de vinte, sem contar os acessórios variados. Contudo, não se esqueça: dar um passo maior do que a perna pode causar prejuízos. Seja objetivo na hora de montar ou escolher o seu estúdio e fique atento aos orçamentos!

Então, na localização você deve considerar:

  • objetivo do negócio,
  • público-alvo que se quer atingir,
  • população dos arredores,
  • concorrência existente ou potencial nas redondezas,
  • condições do imóvel;
  • vias de acesso.

Conveniência e fácil acesso são fatores fundamentais para que o consumidor escolha um estúdio, afinal, acessibilidade é fator de extrema importância para o ponto comercial e pode ser crucial para clientes com dificuldades de locomoção.

Para os clientes que utilizam veículo próprio, manobras e retornos arriscados e ainda a falta de espaço para estacionar são itens que dificultam o acesso ao estúdio. Por outro lado, um acesso seguro, amplo, bem sinalizado e iluminado encorajam o cliente. Atentar também para o acesso de portadores de necessidades especiais. É importante que existam estações de metrô ou pontos de ônibus próximos para a locomoção dos funcionários.

Compartilhar: