Dicas importantes para respeitar os limites dos alunos e, ainda assim, fazer com que eles se desafiem e evoluam nos níveis dos exercícios!

O instrutor de Pilates é o responsável por cuidar da organização das aulas e elaborar a sequência de exercícios para cada aluno, por isso, o primeiro passo para saber se o seu aluno está preparado para subir os níveis dos exercícios nas aulas, é manter um histórico com anotações a respeito das limitações e objetivos de cada uma das pessoas que frequentam o estúdio.

Com isso, ficará mais fácil de montar as aulas e, progressivamente, ir aumentando a dificuldade nos níveis dos exercícios de maneira com que as aulas sejam desafiadoras e os alunos consigam superar os seus limites, mas sem se machucarem ou se sentirem desconfortáveis.

Uma boa dica também pode ser começar com os exercícios educativos para posturas mais difíceis. Esses exercícios vão ajudar os alunos a sentirem mais segurança e ganharem mais consciência corporal no momento de executarem as posturas.

Converse com seu aluno sobre o que ele está achando dos atuais níveis dos exercícios

É importante também estar atento aos feedbacks dos próprios alunos. Eles são as melhores pessoas para dizer se estão sentindo dores ou se ainda estão pouco confiantes para dar um passo adiante.

Tenha em mente que cada aluno tem as suas limitações e, muitas vezes, medos de realizar algum tipo de postura. Por isso, o diálogo e o respeito sempre serão os melhores indicadores para dizer se está ou não no momento de aumentar os níveis dos exercícios dos seus alunos no Pilates!

Leia também: Incrementando as aulas e aumentando o nível de dificuldade com o uso de acessórios

Compartilhar: