As lesões no joelho são as mais comuns entre as lesões ortopédicas. Como essa é uma área do corpo essencial para nos movimentarmos, ela está altamente suscetível a traumas e, independentemente de o aluno ser um esportista ou não, ele poderá passar por uma lesão do tipo.

Além de serem muito comuns, as lesões no joelho também costumam causar muitas dores e limitar a movimentação das pessoas que sofrem com elas. Por isso, o Pilates é um exercício bastante procurado – e indicado – para quem passou por alguma cirurgia ou está se recuperando de uma lesão.

A metodologia é bastante efetiva nesses casos, uma vez que ajuda o aluno a ganhar mais amplitude nos movimentos, fortalecer os músculos ao redor dos joelhos e favorecer o alongamento da região.

O Pilates também colabora para que o aluno ganhe mais confiança em seus movimentos e consiga, aos poucos, soltar o peso do corpo e caminhar normalmente sem dor.

Tudo isso acontece porque a metodologia permite com que o aluno realize exercícios de baixo impacto e com poucas repetições, mas que, ainda assim, são bastante efetivos e colaborar para a reabilitação.

É preciso tomar cuidado com os alunos que sofreram alguma lesão ou cirurgia no joelho para que as posturas sejam praticadas corretamente e com as cargas adequadas. No mais, os resultados são bastante positivos e ajudam a proporcionar uma vida melhor para os alunos!

Compartilhar: